sexta-feira, 15 de setembro de 2017

BOLO DE CHOCOLATE de liquidificador (2ª vez pq é muito delicioso)

Quando eu estou com pressa p/fazer um bolo, recorro sempre as minhas receitinhas de liquidificador e  a receita desse bolo de chocolate é imbatível. Eu acho que bolo de liquidificador fica sempre um pouquinho mais ressecado que os batidos em batedeira, o que não é o caso desse. 
Eu aprendi no curso EDUK, que mesmo sendo um bolo de liquidificador, o melhor é bater todos os ingredientes no liquidificador, mas colocar sempre as claras batidas em neve p/dar mais leveza ao bolo. No caso desse bolo de chocolate, eu nem uso essa dica, bato os ovos inteiros mesmo e o bolo fica  simplesmente maravilhoso.
Um dia desses eu estava morrendo de vontade de comer um bolo de chocolate e quando entrei no blog da minha amiga MICHELLE, eis que vejo um bolo maravilhoso de chocolate com a opinião dela "BOLO DELICIOSO", aí resolvi, é esse que eu vou fazer novamente. 
OBS:
Eu encontrei a receita (AQUI)
O bolo da Michelle que ficou lindinho, vc vai encontrar nesse link e aí vc já aproveita p/conhecer o blog dela que tem dicas maravilhosas de decoração...
Aqui o link do meu bolo na 1ª vez com 3 modos de servir:

Receita (usei xícara de 240ml):
2 ovos
1 xícara de chá de óleo (usei 3/4 de xícara, sendo metade de óleo de coco e metade de óleo comum)
1 xícara de chá de leite
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de achocolatado Nescau
1 xícara de chá de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó


Modo:
Bati no liquidificador os ovos, o óleo e o leite. Acrescentei o açúcar, o Nescau e bati mais um pouco. Fui colocando a farinha de trigo aos poucos mexendo com uma colher (no copo do liquidificador desligado) e aí bati mais um pouco somente p/terminar de misturar.  Por último coloquei o fermento em pó e bati bem rapidamente (somente p/agregar o fermento na massa). Coloquei a massa n/forma de furo central untada e enfarinhada levando ao forno 180º...


Fica um bolo úmido, bonito e muito, muito delicioso!






Dicas:
1- Na 1ª vez eu fiz n/tabuleiro e levou 35 minutos no meu forno
2- Dessa vez na forma de buraco, ficou um bolo bem alto como mostra na foto e levou no meu forno que é lento, exatamente 55 minutos
3- O melhor mesmo é depois dos 30 minutos de forno fazer o velho teste do palito, o palito saindo limpo é pq já está pronto





Eu preferi servir o bolo com uma caldinha à parte...


Acompanhou um chá de casca de maçã com capim limão...









Caldinha da preguiça kkk:

1 caixa de creme de leite e 4 colheres de sopa de Nescau. Só misturei bem...





















quinta-feira, 14 de setembro de 2017

ICE TEA PÊSSEGO SERVIDO EM 2 VERSÕES

Hoje eu estou super gripada, mas p/não perder o costume vou deixar uma receitinha (dica)  que eu servi ontem. Hummm, fiquei na dúvida se foi tanto gelo que me gripou. Será?
Acho que não!
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
Eu sempre vejo receitas de ICE TEA e nunca tive curiosidade p/fazer, mas como tinha 2 pêssegos maduros de bobeira na geladeira lembrei de experimentar. O problema é que nesse dia o clima por aqui estava frio, mas mesmo assim eu resolvi experimentar o pêssego na bebida e decidi congelar p/servir n/dia de calor. O resultado eu conto mais abaixo.

MEU MODO:
P/o chá:
1 xícara de chá (200ml) de água fervendo
2 saquinhos de chá preto
Coloquei os saquinhos na água fervendo, tampei a xícara e deixei apurando por +- 7 minutos p/pegar cor e sabor. Retirei os saquinhos e reservei deixando esfriar....

P/o pêssego:
2 pêssegos grandes e maduros
Bati no liquidificador os pêssegos (só retirei os caroços) com 1/2 xícara (= 100ml) de água
Modo:
Juntei o chá reservado ao pêssego batido, misturei bem, coei, coloquei em forminha de gelo deixando no freezer até congelar. Depois dos cubos já congelados desenformei, coloquei em sacos plásticos bem fechados p/serem usados posteriormente...

Meu modo de servir:
1º modo:
Bati 3 cubos do chá congelados mesmo com +- 100ml de leite e adocei com mel. Coloquei cubos de gelo no copo,  a mistura do chá e servi

2º modo:
Igual ao 1º, só troquei o leite por água gelada e o mel por açúcar


Dicas:
1- Os 2 modos ficaram deliciosos e perfeitos p/serem tomados em dias quentes, mas eu gostei bem mais da mistura com leite

2- As quantidades ficam a gosto, se gostar do chá mais forte coloque mais um saquinho. 
P/servir, as quantidades também ficam a gosto, pois a quantidade de cubos congelados usados no preparo também vai depender do tamanho da forma de gelo usada, podendo então os cubos serem maiores ou menores que os meus

3- Se optar por  adoçar com mel, melhor bater junto p/dissolver melhor, no meu copo dá p/ver que o mel custou um pouco a dissolver por conta do gelo


AQUI MOSTRANDO OS CUBOS DO CHÁ...

terça-feira, 12 de setembro de 2017

CARNE SECA DESFIADA COM MAXIXE, QUIBEBE E COUVE À MINEIRA

Quando eu olho a geladeira naquela ronda costumeira em dia de ir à feira,  sempre acabo encontrando alguma coisa que já começa a dar sinais de que tem que ser preparada. Ontem  foi a abóbora e com ela a dúvida do que preparar. Bem, já que eu ia à feira tinha que ser um prato rápido, mas que tb ficasse gostoso e foi assim que surgiu essa refeição, que no meu ponto de vista ficou deliciosa.

Receita:
3 pedaços médios de carne seca  já dessalgada
2 colheres  de sopa de azeite
2 dentes de alho
1 tomate picado
1 cebola pequena fatiada
Pimentões coloridos a gosto fatiados (usei verde, vermelho e amarelo)
1 colher de sopa cheia de extrato de tomate
Sal e pimenta do reino a gosto
1 xícara de chá (200ml) da água do cozimento da carne seca
5 maxixes cortados cada um em 3 partes
Ervilha em conserva
Azeitonas

Modo:
Coloquei os pedaços de carne seca já dessalgados n/panela de pressão com água (QB) e cozinhei por +- 1 hora em fogo baixo depois da panela chiar. Depois desse tempo verifiquei o ponto do cozimento, retirei a carne e reservei 1 xícara de chá da água.
Desfiei a carne e reservei.
Coloquei n/panela o azeite, juntei a carne e deixei fritar levemente, acrescentei o alho deixando tb dourar levemente. Coloquei o tomate, a cebola e os pimentões refogando bem. Acrescentei o extrato de tomate, misturei bem e coloquei a água do cozimento reservada. Acertei o sal, temperei com a pimenta do reino e deixei apurando em fogo baixo por +- 5 minutos.  Acrescentei os maxixes já cortados, continuando em fogo baixo até  ficarem cozidos al'dente. Desliguei o fogo, pinguei umas gotinhas de vinagre, reguei com mais um pouquinho de azeite e acrescentei a ervilha e as azeitonas.
Dica:
Quando eu compro a carne seca, deixo de molho trocando a água várias vezes p/dessalgar. Dou uma aferventada, escorro, seco bem, deixo esfriar, coloco em sacos bem lacradinhos e levo p/congelar.









POR ISSO O PRATO FOI RÁPIDO!

Acompanhou:
Arroz branco
Quibebe de abóbora (receita aqui)
Couve à mineira e umas torradinhas








AQUI P/QUEM NÃO CONHECE   MAXIXE...

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

TABULE COM BIFE ACEBOLADO e aipim salteado na manteiga (dica como congelar o trigo já demolhado p/não perder tempo na hora de preparar)

Quem é dona de casa conhece bem aqueles dias que a inspiração p/cozinhar é "ZERO". Nesses dias a gente abre geladeira, fecha, abre freezer, fecha e nada de resolver o que preparar. Alguém aí se identifica com esses dias?
Depois de muito pensar eu lembro que sempre deixo porções de trigo (p/quibe) já demolhado e pronto p/ser usado no freezer (oh coisa boa), aí penso logo em fazer um tabule, p/acompanhar uns bifes acebolados, rola ainda uma farofinha sobra da véspera e só p/piorar, retiro também do freezer um aipim já descascado, p/saltear depois de cozido na manteiga e é assim que surge uma refeição fácil, muito deliciosa e que resolve de imediato o problema da falta de inspiração.

Receita:

P/os bifes:
4 bifes grossos de alcatra temperados com sal, alho e pimenta do reino
Fritei os bifes em 1/2 colher de sopa de óleo e 1/2 de manteiga (mais p/grelhados mesmo). Deixei dourar bem de um lado, virei deixando dourar levemente o outro lado. Na mesma frigideira e aproveitando a crosta da fritura do bife, coloquei  1 cebola fatiada, refoguei, acrescentei 1/2 xícara de chá de água fervente, gotas de vinagre e deixei em fogo baixo por uns 5 minutinhos. Acertei o sal, coloquei o molho sobre os bifes reservados e servi.

P/o aipim (mandioca):
Cozinhei em água e sal, cortei em cubos e salteei na manteiga (usei manteiga mesmo)

P/o tabule:
+- 1 xícara de chá de trigo p/quibe já demolhado
1 tomate sem sementes cortado em cubos
1 cebola pequena cortada em cubos
Salsinha e cebolinha picadas
Pepino com casca picado em cubos (a gosto)
Sal e pimenta do reino a gosto
Suco de limão a gosto
Azeite a gosto
Misturar tudo muito bem



Dica:
Eu coloco o trigo de molho conforme  instruções da embalagem (varia de acordo com a marca usada), espremo n/guardanapo bem limpo p/retirar o excesso de líquido, coloco em sacos plásticos bem lacrados e congelo p/usar na hora que desejo sem precisar perder o tempo do molho do trigo quando estou com pressa (fica perfeito  p/usar em saladas e mesmo em quibes).







Acompanhou:
Arroz branco, saladinha verde e farofa (farofa sobra do dia anterior)



quarta-feira, 6 de setembro de 2017

SALPICÃO DE FRANGO

Sabe aquele dia que vc vai ao mercado, se atrasa p/preparar o almoço e ainda fica pensando no que preparar?
Foi exatamente isso que aconteceu comigo. Ainda em dúvida eu resolvi pegar 2 filés de peito de frango, mais algumas  coisinhas  na despensa e de repente saiu esse salpicão delicioso. Pensando bem, às vezes uma comidinha de improviso fica melhor do que uma resolvida com muita antecedência, pelo menos eu penso assim e vocês ?


Receita:
2 filés de frango temperados com:
Alho, sal, molho de pimenta, shoyu, 1 folhinha de louro e +- 2 colheres de sopa rasas de vinagre.
Depois dos filés temperados deixei descansando na geladeira por +- 1/2 hora. Coloquei os filés com a marinada e n/panela de pressão (usei a pequena) e acrescentei 1 xícara de chá de água fervente. Ficou em fogo baixo por +- 40 minutos depois de chiar (ou até o frango ficar bem macio). Retirei a pressão da panela,  retirei o frango com auxílio de uma escumadeira e reservei o caldo.

P/o salpicão:
Coloquei n/tigela o frango já desfiado (não desmanchar muito), cubos de 1 cenoura cozidos no vapor, pimentões verde, vermelho e amarelo em cubinhos, milho em conserva, ervilha em conserva, 1 maçã (com a casca) em tirinhas finas e presunto em fatias finas. Acrescentei maionese (se necessário acerte o sal, eu não precisei), misturei bem e passei p/uma travessa de servir.

Aproveitando o caldo reservado:
Coei o caldo, acrescentei 1 colher de café rasa de açafrão e usei no preparo do arroz, acrescentando só água na medida necessária.
Acompanhou:
Farofa de ovos, salada verde temperada com confit de tomate (tinha congelado), batata palha que eu servi à parte e o arroz com açafrão

Nota:
Se vc prestar bem atenção, vai reparar que fica uma refeição (3 B), boa, bonita e barata. Ótima p/essa fase de "crise".

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

SALADA DE SALMÃO DE LATINHA (uma ótima opção p/quem está sem tempo)

Sabe aquele dia que vc está sozinha e  não  tem nada preparado p/almoçar?
Hummm, olha a dúvida, aí de repente vc abre o armário e se depara com essa latinha mágica que resolve seu problema na mesma hora. Ah tá, eu sei  que a Gomes da Costa  é minha parceira, mas mesmo que não fosse eu também colocaria a mesma sugestão pq a saladinha é deliciosa!



Sugestão:
1 latinha da salada de salmão  GOMES DA COSTA
Alface fatiado a gosto
Cebola roxa caramelizada (tenho sempre na geladeira p/servir como acompanhamento de algum prato)
Fatias de pão árabe










P/ACOMPANHAR;
UMA CERVEJINHA BEM GELADA

Hummmmm!








A latinha também pode ser levada como quebra galho em diversas ocasiões, já que a salada vem acompanhada de um garfinho.
Vc tb pode encontrar a salada em latinhas com outras opções!
P/quem ainda não experimentou, deixo aqui a sugestão, já com a minha aprovação!





Cebola caramelizada receita aqui:
https://piteisdadinha.blogspot.com.br/2017/08/maionese-enformada-com-espetinho-de.html

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

VIRADO DE ABOBRINHA (feijão com salgados e batatas "fritas" no forno)

Gente, virado de alguma coisa nada mais é que o apelido que colocaram em uma farofa mais úmida, mas se você gosta de uma boa farofa e é fã de abobrinha, experimenta então essa receita pq com certeza você vai aprovar...

Receita:
2 abobrinhas cortadas em cubos médios
1 colher de sopa de azeite
3 colheres de sopa de manteiga (usei a Mococa)
1/2 cebola pequena em cubinhos
2 dentes de alho
2 ovos
Sal a gosto
Pimenta do reino a gosto
Farinha de mandioca  (QB)

Modo:
Refoguei bem  a cebola no azeite, juntei a manteiga e o alho deixando dourar levemente. Acrescentei os cubos das abobrinhas e refoguei bem em fogo baixo (sem adicionar água) até ficarem cozidos bem al'dente. Coloquei os ovos, polvilhei com o sal e a pimenta, tampei a panela deixando em fogo baixo até os ovos estarem cozidos, mas com as gemas ainda moles. Nesse ponto quebrei (desfazer) os ovos com a ajuda de uma colher de pau e fui adicionando a farinha aos poucos até chegar no ponto desejado (ponto de uma farofa bem úmida). 


Feijão:
Feijão carioca com carne seca e linguiça calabresa


Molho p/o feijão:
Dourei 1 dente de alho em um fio de óleo, acrescentei 1/2 cebola fatiada e refoguei bem. Juntei caldo do feijão quantidade a gosto (se o caldo estiver muito grosso, acrescente um pouco de água fervente) sal, vinagre e molho de pimenta em quantidades a gosto. Deixei apurando em fogo baixo por uns 5 minutos


Batata "frita" no forno:
Receita aqui:










E aí, ficou com vontade de experimentar?
MANTEIGA QUE USEI











LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...